Para salvar o Mundo há que destruí-lo antes - A golpada

 

(Na imagem uma V-Shape Recovery) 

Estamos a assistir em directo à maior golpada económica da História. A pretexto da contenção do Covid 19, os governos ocidentais estão a induzir talvez a maior depressão de sempre (exceptuando em tempos de guerra mundial). 

E esta depressão é desejada. Foi preparada, pensada, está a ser implementada e serve fins específicos de preparação do novo mundo, o novo normal que se deseja implementar juntamente com a 4ª Revolução Industrial assim chamada pelo Fórum Económico Mundial.

Será muito mais fácil convencer a população da bondade dos novos sistemas de controlo (novas moedas digitais, medidas draconianas de controlo dos cidadãos, radicalismo pseudo-ambiental, e etc.) quando uma vez implementadas as principais componentes do novo sistema em montagem se começar a sentir a recuperação económica por término de lockdowns e medidas restritivas que obrigam - de facto - as pessoas a não produzir e fazem a economia cair.     

No plano, as pessoas vão agradecer o novo sistema pois ser-lhes-á apresentado como o novo paradigma que resolverá a grande depressão Covid. Gratas, as populações, aceitarão o totalitarismo e servidão que virão com a 4ª Revolução desejada e desenhada por Davos. Teremos então a V-Shape Recovery da imagem.

Sim, trata-se da Nova Ordem Mundial de que se fala há muitos anos. Está a chegar. Segundo o que se sabe (e é anunciado) apenas em 2024 as medidas anti-Covid serão afrouxadas, mas então já teremos a maioria da população mundial ligada ao sistema de controlo digital permitido pela vacinação/numeração única e moeda digital. Com a identificação única e a moeda digital o sistema de controlo é perfeito para fabricação de cidadãos bem-comportados.

Sim, também, o que teremos é pura servidão, e uma situação que permitirá às elites que organizam a "manada" longos anos de poder indisputável. 

O modelo chinês é virtualmente indestrutível de baixo para cima, e será esse que por aqui vamos também implementar. 

Primeiro criámos, com tecnologia de base ocidental, o sistema de controlo da população na China, depois testámos na população chinesa, agora vamos estendê-lo à maior parte do mundo. 

E não haverá sítio para onde fugir desse domínio totalitarista.     

Para salvar o Mundo há que destruí-lo antes. E - detalhe - os que salvarão o Mundo são - exactamente - os mesmos que o estão a destruir. E realizar-se-á o plano maçónico com quase 250 anos. 

Vivemos num tempo histórico.  

Comentários